segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Ex-prefeito deixa mais de R$ 500 mil nas contas da Prefeitura

O ex-prefeito do município de Geminiano, Jânio Jader de Sousa Borges, concluiu seu mandato à frente da Prefeitura no último dia 31 de dezembro de 2016. Ao deixar o comando da gestão municipal, ele também deixou recursos nas contas da Prefeitura superiores a meio milhão de reais. E para comprovar, apresentou os respectivos extratos bancários das referidas contas.

Em ofício endereçado ao atual prefeito, Erculano Edmilson de Carvalho, com data do dia 05 de janeiro, o ex-prefeito Jader Borges comunica que no dia 30 de dezembro de 2016 o Governo Federal repassou recursos oriundos das multas do programa de repatriação para as contas da Prefeitura de Geminiano, contemplando FPM (Fundo de Participação dos Municípios), FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) e FMS (Fundo Municipal de Saúde). De acordo com o ex-prefeito, esses recursos, embora pertencentes ao exercício financeiro de 2016, não foram utilizados em razão do feriado bancário de fim de ano.

Jader Borges destaca também que os referidos recursos foram devidamente empenhados, anexando ao ofício cópias dos extratos bancários das respectivas contas. “No FPM conta nº 51.800-X, há um saldo de R$ 259.700,49, destinado ao pagamento de servidores e fornecedores no valor global de R$ 256.562,01, remanescendo um saldo de R$ 3.138,48. No FMS conta nº 12.734-5, consta um saldo de R$ 56.493,97, sendo destinado a servidores e fornecedores o valor de R$ 50.841,48, restando em caixa R$ 5.652,49. Na Educação, conta nº 28.077-1, verifica-se o saldo bancário de R$ 33.979,27, empenhado exclusivamente para pagamento de servidores, restando em conta saldo de R$ 3.515,35.

Além dos recursos transferidos por meio da repatriação, Jader também informou a existência de recursos arrecadados por meio da COSIP (Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública), que segundo demonstrativo da Eletrobrás, os valores somavam R$ 104.858,21 até o final do mês de novembro de 2016. O ex-prefeito ainda citou o valor de R$ 58.000,00 que está depositado em conta específica, referente a um convênio celebrado com o INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), para a recuperação de estradas vicinais.

Ciente de suas responsabilidades à frente do cargo que exerceu durante quatro anos, o ex-prefeito Jader Borges se colocou à disposição do atual gestor para eventuais esclarecimentos, como também encaminhou cópias do ofício, junto com as respectivas comprovações fornecidas pelo banco, ao Tribunal de Contas do Piauí e ao Ministério Público Estadual.

cidadesnanetO ex-prefeito do município de Geminiano, Jânio Jader de Sousa Borges, concluiu seu mandato à frente da Prefeitura no último dia 31 de dezembro de 2016. Ao deixar o comando da gestão municipal, ele também deixou recursos nas contas da Prefeitura superiores a meio milhão de reais. E para comprovar, apresentou os respectivos extratos bancários das referidas contas.

Em ofício endereçado ao atual prefeito, Erculano Edmilson de Carvalho, com data do dia 05 de janeiro, o ex-prefeito Jader Borges comunica que no dia 30 de dezembro de 2016 o Governo Federal repassou recursos oriundos das multas do programa de repatriação para as contas da Prefeitura de Geminiano, contemplando FPM (Fundo de Participação dos Municípios), FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) e FMS (Fundo Municipal de Saúde). De acordo com o ex-prefeito, esses recursos, embora pertencentes ao exercício financeiro de 2016, não foram utilizados em razão do feriado bancário de fim de ano.

Jader Borges destaca também que os referidos recursos foram devidamente empenhados, anexando ao ofício cópias dos extratos bancários das respectivas contas. “No FPM conta nº 51.800-X, há um saldo de R$ 259.700,49, destinado ao pagamento de servidores e fornecedores no valor global de R$ 256.562,01, remanescendo um saldo de R$ 3.138,48. No FMS conta nº 12.734-5, consta um saldo de R$ 56.493,97, sendo destinado a servidores e fornecedores o valor de R$ 50.841,48, restando em caixa R$ 5.652,49. Na Educação, conta nº 28.077-1, verifica-se o saldo bancário de R$ 33.979,27, empenhado exclusivamente para pagamento de servidores, restando em conta saldo de R$ 3.515,35.

Além dos recursos transferidos por meio da repatriação, Jader também informou a existência de recursos arrecadados por meio da COSIP (Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública), que segundo demonstrativo da Eletrobrás, os valores somavam R$ 104.858,21 até o final do mês de novembro de 2016. O ex-prefeito ainda citou o valor de R$ 58.000,00 que está depositado em conta específica, referente a um convênio celebrado com o INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), para a recuperação de estradas vicinais.

Ciente de suas responsabilidades à frente do cargo que exerceu durante quatro anos, o ex-prefeito Jader Borges se colocou à disposição do atual gestor para eventuais esclarecimentos, como também encaminhou cópias do ofício, junto com as respectivas comprovações fornecidas pelo banco, ao Tribunal de Contas do Piauí e ao Ministério Público Estadual.

cidadesnanet

0 comentários:

Postar um comentário