quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Assis nega ter cobrado cargos ao governador

O deputado federal Assis Carvalho (PT) usou as redes sociais para negar que tenha cobrado ou até mesmo questionado o governador sobre a reforma administra prevista para acontecer no Executivo estadual. Ele seria um dos prejudicados caso a Secretaria de Saúde passasse para o comando do PP, já que o atual gestor foi indicado pelo parlamentar petista.

“O deputado Assis jamais cobrou – nem por escrito, nem pessoalmente - qualquer cargo ou benefício, nem questionou a fidelidade do governador ao projeto político de que participa, nem fez qualquer abordagem no tom e com o conteúdo especulado, nem teve atrito com assessores do governador”, diz a nota postada em sua página no Facebook.

Nesta quarta-feira, um áudio do governador gravado em Uruçuí acabou com as especulações em torno de mudanças na saúde. Segundo Wellington Dias, Francisco Costa vai permanecer no cargo. Sobre este assunto, Assis disse que não discute reforma administrativa e que essa é uma responsabilidade do governador. 

“Em várias entrevistas que deu à imprensa, o deputado Assis nunca comentou especulações, como forma de não expor o Partido e o governador Wellington Dias”, segue a nota.

Assis Carvalho disse ainda que, sobre articulações políticas, defende as conquistas do partido e pronuncia-se nas instâncias de que participa. “Sempre defendendo alianças programáticas e também o fortalecimento de políticas públicas”, afirma.

CIDADE VERDE

0 comentários:

Postar um comentário