segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Temer diz que afastará ministros denunciados na Lava Jato

O presidente Michel Temer (PMDB) prometeu nesta segunda-feira (13) afastar provisoriamente qualquer ministro de seu governo que for denunciado na Operação Lava Jato. Se algum deles se tornar réu, o chefe do executivo disse que o acusado perderá a pasta que comanda definitivamente.

Quando alguém é denunciado à Justiça, significa que o Ministério Público entende que há provas consistentes de que determinada pessoa cometeu um crime. Se a denúncia é acolhida, só então ela passa a ser acusada e processada formalmente, tornando-se ré.

Temer também disse em seu pronunciamento, feito à imprensa no Palácio do Planalto, que não tem intenção de interferir na Lava Jato e que o governo não quer "blindar ninguém".

"Quero anunciar em caráter definitivo e talvez pela enésima vez que o governo jamais poderá interferir nessa matéria, que corre por conta da Polícia Federal inauguralmente, do Ministério Público e do Judiciário", disse o presidente.

Temer falou durante menos de dez minutos e não respondeu a perguntas de jornalistas.

BAND

0 comentários:

Postar um comentário