sábado, 25 de março de 2017

PMDB assume cargos no governo e se dividem em opiniões

O “céu de brigadeiro” comemorado pelo governador Wellington Dias (PT) corre risco. O motivo é a insatisfação do PMDB com os cargos entregues à legenda pelo Governo. Eles reclamam que não terão autonomia para trabalhar e ameaçam entregar as pastas.

No caso da Fundação de Saúde a insatisfação é ainda maior. O deputado Pablo Santos (PMDB) não sabe se assumirá a pasta. Mesmo com a aprovação da PEC que garante status de secretaria a estrutura, ele corre o risco de enfrentar ação na Justiça questionando a posse.

No Programa de Combate à Pobreza Rural (PCPR) também há dúvidas se Leonardo Sobral – sobrinho do deputado João Madison (PMDB) – assumirá o cargo. Até o momento eles não possuem informações sobre estrutura e nem mesmo sobre o orçamento pasta. O PT ameaça a autonomia do coordenador e tem tentado manter na Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) algumas funções que seriam da nova pasta.

A reunião deve ocorrer na segunda-feira (27) na sede da legenda. Em seguida, um grupo de peemedebistas deve levar as reclamações da sigla até o governador. O PMDB mostra que está disposto a causar algumas turbulências no céu de brigadeiro para conseguir o que deseja. 

politica dinamica

0 comentários:

Postar um comentário