sexta-feira, 13 de outubro de 2017

João Mádison diz que Wellington Dias avaliará união entre emergentes

O deputado estadual João Mádison Nogueira (PMDB) acredita que a estratégia que vem sendo acordada por partidos emergentes com objetivo de se unirem para formar uma coligação e eleger deputados estaduais e federais, deverá passar pelo crivo do governador Wellington Dias (PT) no momento oportuno.

Mesmo ressaltando a importância do posicionamento do chefe do Palácio de Karnak, Mádison acredita que as maiores legendas deverão ficar em uma mesma coligação e os menores em outra. Contudo, alertou para o fracionamento demasiado desses grupos para que não prejudique o projeto de reeleição de Wellington no próximo ano.

“Eu acho que isso vai ser discutido pelo próprio governador. A tradição é que os partidos grandes se coliguem, por exemplo, o PMDB, PT, PSD, PDT, PP, PRB e o PR. Esses devem estar numa mesma coligação não tem como. O governador não pode deixar de coordenar porque fracionar muito pode prejudicar a própria campanha dele. Mas, não vejo problema algum se fazer coligações separadas”, avaliou o parlamentar. Embora tenham sido citados por João Mádison como partidos de grande envergadura, PR e PRB estão dialogando para integrar esse grupo dos nanicos. Além deles, PTC, Podemos e PCdoB também estão discutindo.

gp1

0 comentários:

Postar um comentário